Posts

Refrescando seu evento

blog.iazamoveisdemadeira.com.br

Olá meninas, 2018 começou e com ele teremos muitas dicas gastronômicas para a sua festa ser muito sucesso. O início do ano vem acompanhado do verão, calor e muita diversão, portanto, o primeiro texto deste ano vai ser sobre dicas de como refrescar os seus convidados durante o evento.

Você já pensou na possibilidade de servir no seu evento sorvete, picolé ou sacolé? Estas delicias de diversos sabores e tipos são apreciadas por crianças, adultos e idosos também.

blog.homeseasons.com

No aniversário infantil recomenda-se sabores de sorvete mais simples como chocolate, morango, baunilha e flocos, com coberturas e complementos (granulado, confete, amendoim e etc), no caso dos picolés além dos sabores acima a criançada adora uva, manga, limão e outros. Os geladinhos seguem a mesma linha de sabores e você pode incrementar com os trufados de leite ninho com nutella, ovomaltine, morango trufado com chocolate. As quantidades indicadas são 100-150 g de sorvete por convidado e 2-3 picolés e sacolé por pessoa, o ideal para festas é o sacolé mini (75ml). Lembrando que o sorvete você pode  servir junto com o bolo, fica uma delícia.

Para festas de adultos você pode servir as mesmas opções sugeridas acima e acrescentar os alcoólicos. Existe picolé e geladinho de caipirinha de limão, morango, maracujá e também os que imitam drink’s como o mojito, clericot e etc. Uma outra opção é a mistura de drink com picolé de frutas, como na foto abaixo, basta ter um bom barman e a sua festa vai ser só alegria.

Casa e Jardim

Caso você queira servir essas delícias por conta própria, observe as seguintes dicas:

  • compre gelo seco
  • um bom isopor ou caixa térmica e deixe um espaço no freezer
  • vá servindo aos poucos
  • não deixe os picolés expostos ao calor por muito tempo
  • tenha sempre guardanapos por perto, principalmente para as crianças que se lambuzam todas.

Eu fiz uma pesquisa rápida referente aos preços em Nova Friburgo/RJ, nas distribuidoras/sorveterias você encontra 10 litros de sorvete a R$65,00, os picolés entre R$ 0,80 a 1,00 a unidade, e os sacolés gourmet R$ 2,00 a R$ 3,00 a unidade os de 100 ml.

Se você deseja contratar uma empresa a Néctar Sorveteria Artesanal tem um carrinho de picolé para a sua festa e a Confeitos Bistrô oferece sacolés, por encomenda, entre em contato e consulte os preços e sabores.

Não deixe de refrescar o seu evento neste verão.

Até o próximo texto.

Doces personalizados

Doces feitos por: Confeitos Bistrô

Oi meninas, este mês as postagens tiveram como tema festas de crianças, e para fechar outubro com chave de ouro vou falar sobre doces personalizados para aniversário.

Esse estilo de doce tem duas funções decorar a mesa e ser saboreado pelos convidados. Os doces devem seguir o tema escolhido e ornar com o ambiente da festa.

Existem vários tipos de doces personalizados, normalmente os mais encontrados são bombons ou brigadeiros decorados com pasta americana, cake pops e pirulitos de desenho, copinhos de brigadeiros enfeitados com o tema.  Entretanto existem aqueles com enfeites de chocolate, leite ninho e com diversos enfeites como jujubas, confetes e etc. Independente de qual estilo você preferir o importante é agradar a criançada, pois quando eles veem estes doces os olhinhos brilham e ficam ansiosos para poderem comer.

Doces feitos por: Confeitos Bistrô

Na hora de escolher os doces a dica é diversificar, selecionar diferentes tipos de materiais, ter fotos da internet como referência, pensar no gosto da meninada. A dica principal é tente harmonizar o sabor e a decoração, pois existem doces lindos que na hora de comer são desagradáveis ao paladar.

E ai tem algum doce que você gostou e queria a nossa opinião? Posta a sua foto ou tema para darmos sugestões. To esperando o contato com vocês, beijos.

Piquenique + Festa = picfesta

Fonte: mlb-s1-p.mlstatic.com

Hello leitoras, já seguiu alguma sugestão postada aqui no blog? Compartilhe com a gente, gostaria de saber a sua opinião.

Sem mais delongas, vamos ao tema desta semana: festa de infantil. O mês de outubro temos o dia das crianças. Então que tal você, suas amigas, vizinhas, primas se juntarem e fazerem uma comemoração para os pimpolhos. Muitas vezes nós focamos só em dar um brinquedo neste dia, mas que tal dar uma inovada com uma festa com muitas brincadeiras, gostosuras e interação. Vamos às dicas:

1- Reúna suas amigas que tenham filhos, sobrinhos e afilhados, umas 20 crianças já fazem uma bagunça boa;

2- Escolha um lugar com bastante espaço, de preferência com gramado como: parques públicos, sítios e clubes são ideais para esse dia;

3- Escolha mais ou menos 5 amigas para fazerem uma comissão de brincadeiras, como por exemplo, guerra de bexiga de água, queimada, pique bandeira;

4- Informe aos pais que as crianças devem ir com roupas confortáveis para aproveitar, assim como com protetor solar e garrafinhas de água;

5- Para finalizar o dia, peça para cada amiga preparar e levar um lanche e uma bebida para as crianças dividirem  e faça um piquenique especial no final da tarde;

Como a minha parte do blog é gastronomia vou falar um pouco mais deste piquenique da criançada. Você não precisa se preocupar em preparar nada chique, pois criança gosta de petiscos simples.

Dê preferência para frutas como morango, uva, banana, laranja, maçã e sucos naturais, sanduíches de frango e queijo e legumes em tirinhas. Também leve bolo de chocolate e cenoura, pipoca,  mini hambúrguer e mini pizzas, mas não exagere nesses itens, queremos crianças saudáveis. Não se esqueça de levar água extra, guardanapos, pratinhos e garfinhos de plástico, copos descartáveis e etc. E por último uma toalha de mesa grande,  para forrar o chão e colocar as delícias por cima.

Pronto com essas dicas, uma mini festa está armada e pequenos vão adorar passar o dia das crianças de um jeito diferente e descontraído. Uma sexta dica: Aproveite você também essa mini festa e volte a ser criança.

Especial 15 anos – Coreografia com os amigos

15anos.inesquecivelcasamento.com.br

Hello pessoa, tudo bem?

Os últimos posts foram dedicados à Valsa, aquele momento da dança a dois com o príncipe ou o pai da debutante. E hoje chegou a vez de falar sobre mais um dos momentos mais esperados: a coreografia da galera! E titia aqui preparou algumas dicas para arrasar na hora de sacudir o esqueleto, afinal, já que é pra dançar, melhor que seja com todo mundo junto, né?  Vamos lá!

1) Escolha uma música que seja realmente marcante para você e seus amigos

Nem tudo que é modinha cai bem né? Às vezes uma música atual, que esteja na mídia seja mais funcional na pista de dança, para dançar com todos os convidados. Mas, na hora da coreografia, a escolha deve sempre retratar o estilo da debutante e a vibe da galera. A opção é algo divertido, para ficar marcado na memória de todos!

2) Dança temática

Se sua festa de 15 anos tem algum tema, aposte em uma música que interaja com o mesmo.  Numa festa sobre Hollywood, trazer os clássicos que marcaram a história do cinema, não é nada mal, hein?

3) Pout-pourri / Medley

Que tal unir uma série de músicas que marcaram sua história e de seus amigos e apostar naquele passo SINISTRO de dança?  Criar um início, meio e fim e jogar a energia lá em cima? Não tem pezinho que não se mexa, querida! SE JOGA!

4) Curtição nos ensaios

O processo de preparação da coreografia é divertidíssimo do início ao fim, por mais cansativo que possa parecer, nos ensaios os momentos cômicos são constantes e sempre rola aquele tempinho para publicar as etapas nas redes sociais e interagir com a galera.

5) Seja irreverente

Nada de fazer o que todo mundo faz! Faça o que tenha a ver com você e aposte em sua autenticidade para criar memórias lindas! Divirta-se e curta cada momento de sua festa!

E aí, curtiu as dicas? Comente e conte para mim o que você achou! Tem alguma dúvida? Alguma pergunta? Fala aí, que eu vou ter muita alegria em te responder!

Beijos de luz!

Continuação – Especial 15 anos – Breve história da Valsa

Divulgação

Hello pessoa, tudo bem?

Na última semana, trouxe algumas dicas de músicas para a hora da Valsa, que hoje em dia, não tem lá um padrão musical e tem sido substituída por músicas de diferentes gêneros. A hora da valsa, tornou-se a hora da dança de casais. Há quem prefira seguir a tradição e apostar, de fato, em obras que sigam à estética proposta pelo estilo. Pensando nisso, no post desta semana vamos conhecer um pouquinho mais sobre a valsa e suas origens. Vamos lá?

Considerada como a dança mais popular do século XIX, a Valsa (do alemão Walzer, que significa “girar”) é um estilo de dança e música caracterizado pelo compasso ternário ou binário composto e tem suas origens ligadas às danças executadas nos bailes populares, por volta do século XVIII na região da Áustria e Alemanha. Inicialmente, sua introdução nos bailes da aristocracia e da corte foi um pouco turbulenta, devido à proximidade física entre os pares e ao ritmo, consderado como algo diabólico por alguns membros da nobreza da época.

Porém, sua reprodução, sobretudo, nos salões austríacos, fez com que o estilo começasse a tomar conta nos bailes europeus. Tal fato, se deve, principalmente, à obra de alguns compositores, como, c por exemplo, os membros da família Strauss, Josef e Johann Strauss. O último, conhecido como Rei da Valsa foi em grande parte responsável pela popularidade da valsa em Viena durante o século XIX. Dentre suas principais obras, podemos destacar: “Folhas da Manhã” (1863), “Bombons Vienenses” (1866), “Danúbio Azul” (1867) e “Vinho, Mulher e Canção” (1869). Outros grandes compositores, como Weber, Chopin, Ravel e Brahms têm valsas em seus repertórios.

Em 1808, com a chegada da corte portuguesa, a valsa começou a se tornar conhecida, principalmente pelas execuções nos salões da elite carioca e, ao longo da segunda metade do século XIX, obteve ainda maior aceitação entre a sociedade da época, sobretudo pelas obras de alguns compositores brasileiros, como Villa Lobos, Carlos Gomes, Ernesto Nazaré, Chiquinha Gonzaga, entre outros.

E aí, gostou de conhecer um pouquinho sobre a tão famosa valsa? Espero que sim, afinal, a história é importantíssima para sabermos valorizar as tradições e conhecer os artistas que nos deixaram um lindo legado e, até hoje, nos influenciam com o seu trabalho.

Comente, curta e compartilhe! É super importante saber o que você quer ver por aqui!

Até a próxima!

Beijos de luz!

Fonte: Guia da musica clássica

Ebiografia

Apostilas de História da Música – Arquivo pessoal