Noiva: Escolhendo o acessório.

Oi, moça! Meu nome é Mariane, trabalho com acessórios há alguns anos e estou com a loja Armário da Dora há cerca de um ano em Conselheiro Paulino, Nova Friburgo. Fui noiva em 2016 <3 e trago um pouco dessas duas experiências para você.

Noivas pensam em todos os detalhes: fotografia, decoração, vestido, penteado, convite… São muitos os preparativos e, dentre eles, uma parte deliciosa é a escolha dos acessórios. Eles são variados e têm usos bem interessantes e diversificados. Vamos falar com calma sobre cada um deles aqui no blog, mas, antes disso, considero importante começarmos pelo seguinte:

Seu casamento, suas regras 

Depois que vocês decidiram se casar, parece que falar isso é loucura, não é? Sei que tem tanta informação, opinião (rs), gente envolvida. Sei, também, que você pode estar recebendo ajuda financeira para pagar esse sonho e fique inibida para tomar certas decisões!

Mas, olha, noiva, se acha legal ir com uma melancia na cabeça como chapéu, é SEU CASAMENTO, sua cabeça, você quem decide – e ponto! Daqui a 20 anos, quando olhar as fotos do casório, vai se sentir feliz por ter sido você mesma (mesmo que no futuro, morra de rir do seu acessório inusitado).

Você (e não o noivo, nem o celebrante, nem o fotógrafo, nem sua mãe, ninguém!) estará usando aquele brinco ou grinalda; aquela luva (ou não); aquele bracelete ou esse. Preze pelo seu conforto, sua autoestima lá em cima e por se sentir bonita como tem sonhado. Por isso, mocinha, vá confiante no seu estilo, gostos e intuição na hora de optar por esse ou aquele modelo.

Equilíbrio

“Ok, Mariane, já entendi sobre ficar à vontade; mas tem algo que me ajude na escolha?”.  O equilíbrio visual é interessante. Geralmente, as noivas que optam por vestidos bem elaborados tendem a escolher acessórios menores e discretos. Se o vestido é mais básico, no entanto, peças de mais destaque causam um efeito bem bonito. Olha esse comparativo:

Deu para perceber como o brinco pequeno contrabalanceou no visual da primeira noiva? A segunda ousou na grinalda do cabelo e o brinco mais alongado e aparente valorizaram sua beleza. (Imagem Pinterest)

Além disso, outro equilíbrio interessante é com a ambientação do casamento. Se ele é num sítio e de dia, peças com muito brilho podem destoar do local. Ou, num casório mais tradicional e sofisticado, por exemplo, uma coroa de flores do campo pode fugir do contexto. Assim, se você gostaria de um evento mais “amarradinho”, com tudo conversando, a escolha dos seus acessórios também é importante.

Estilo

Dando uma reforçada nos primeiros tópicos, vou te fazer algumas perguntas:

  • Qual o seu estilo (de roupa, de acessório, de vida)?
  • Qual o estilo do seu noivo?
  • Qual o estilo do casamento (tradicional, rústico, boho, moderninho, descontraído, etc)?
  • O estilo de vocês está casando (perdoe o trocadilho, haha) com o estilo do casório?

Muitas pessoas querem fazer desse dia algo excepcional – e é, de verdade. Uma megaprodução que talvez nunca mais possa ser feita. Mas não é por isso que vocês vão fugir daquilo que são. Se você é mega básica, nunca usou um brincão na vida, mas acha que TEM QUE apostar num maxibrinco (ou alguém está te induzindo a isso), não se sinta pressionada.

Se o casamento está fora do estilo que vocês têm (e construíram como casal), converse com seu noivo, veja o que pode ser ajustado para o dia se tornar “a cara” dos pombinhos. É um momento de vocês, para vocês e tenho certeza que vão encontrar algo bacana para os dois. Mas, se está tudo combinando entre si, vá fundo, noiva! E esbanje sua personalidade nessa data querida (inclusive, através dos acessórios).

Beijo e até a próxima.

Cada detalhezinho do que vestimos diz muito mais do que a gente imagina! É por essa magia que me encantei e pelo que sou apaixonada! Administradora e idealizadora à frente do Armário da Dora, loja de acessórios femininos, trago meus estudos e vivência com a moda associados à minha própria experiência como noiva. Espero que a gente se encontre muito por aqui 😉