Criando a sua Playlist

Freepik

No último post falamos sobre a importância de pensar com antecedência na trilha sonora do seu evento e no quanto o processo de apreciação/seleção musical pode ser decisivo para acertar na escolha do repertório! Pensando nisso, resolvi escrever algumas dicas para você montar sua playlist personalizada; seja para desafogar a tensão do evento ou mesmo anotar seus pedidos para incluir no repertório da banda ou DJ que você for contratar! Vamos lá?

  • Escolha a plataforma 

Seja uma playlist pública ou privada, opte por escolher uma plataforma/aplicativo que seja fácil de usar.  Eu sugiro o Spotify, pois o site conta com uma variedade de playlists – segmentadas por gênero, artista, ocasiões especiais, enfim, uma gama de assuntos que podem te dar uma base e tanta na hora de montar a sua própria playlist. Além disso, você consegue contar com a colaboração dos amigos que também utilizam a plataforma. Desta forma, você também pode enriquecer sua playlist com a sugestão dos seus convidados. Eu mesma criei uma playlist para inspirar as noivinhas aqui do blog! Acesse e deixe sua sugestão nos comentários, assim eu poderei incluir sua música também!!

  • Concentre-se no tema

Claro que a sua playlist deve contar com suas músicas favoritas, mas nada de pirar o cabeção e escolher músicas que não conversem com o tema do seu evento. Por exemplo, numa cerimônia de casamento, as músicas devem ter relação com os ritos – conforme falamos no último post – mas, para a festa do casamento, o repertório a ser executado deve considerar, além do gosto particular dos noivos, músicas que agradem aos convidados também. Portanto, optar por uma playlist eclética é a melhor solução.  Assim, todos saem ganhando e a diversão é garantida! Particularmente, por mais variado que seja o gosto musical dos convidados, tem sempre aquela música que vai arrastar todo mundo para dançar – eu mesma não me contenho; se começar a tocar Macarena,  paro tudo e vou correndo para a pista de dança hahahaha!

  • Faça um esboço segmentado da sua lista

O ideal é fazer uma listinha no papel, bem segmentada e, só depois, poder selecionar de fato as mais relevantes para migrar para o aplicativo de sua escolha.

Esta parte é a mais divertida; uma vez escolhido o tema é  hora de começar a montar sua listinha. Você pode dividir por gênero ou até mesmo por momentos da festa.  Por exemplo, se é uma festa de aniversário temática, você pode começar com músicas que remetam ao universo proposto por você, assim, os convidados irão entrar no clima e embarcar na sua história e, só depois, incluir músicas que mantenham o alto astral ao longo do seu evento. Uma vez, fui a uma festa cujo tema era carnaval. Quando cheguei, estavam tocando marchinhas e algumas pessoas estavam distribuindo confetes e serpentinas na entrada do salão. Ou seja, eu- assim como os demais convidados – , desde a recepção, mergulhei  no tema da festa e me diverti cantando marchinhas com os meus amigos; parecia um bloco carnavalesco de verdade!

Seja criativo, escolha as músicas que tenham relação com a proposta do evento e lembre-se de ouvir cada uma delas imaginando o momento que poderão ser tocadas. Embarque no sentimento e aproveite para liberar as suas emoções, além de desafogar a tensão e a ansiedade que geralmente tomam conta quando estamos planejando alguma festa.

Por falar nisso, a Mayara, nossa Psicóloga, fez um texto incrível, com dicas para nos ajudar a equilibrar os nossos sentimentos nesta etapa de preparação. Depois que terminar de ler aqui, não deixe de conferir!

  • Migre para a sua plataforma

Depois de pronta, considere de fato as músicas mais relevantes e cria a sua playlist utilizando a plataforma de sua preferência.

  1. Ordene as músicas com o intuito de prender a atenção do ouvinte, mesmo que o ouvinte seja só você neste primeiro momento;
  2. Busque por canções que conversem entre si: aproxime as que possuem ritmos similares e ordene segundo seu grau de importância imaginando o momento da execução. Por exemplo, não é legal colocar um forró seguido de uma valsa, porque, na pista de dança, estas músicas podem representar cenários diferentes.  Se o objetivo num dado momento é possibilitar músicas animadas que possam ser dançadas por casais, seria legal que o forró pudesse ser seguido de sertanejo, country, rock 70, 80 ou 90 e, à valsa, caberia a abertura da pista de dança, o momento em que o dono da festa se apresenta e convida aos demais para dançarem junto com ele!
  3. Termine com músicas vibrantes, que façam a sua festa ser lembrada com muita animação do início ao fim e que represente um dia de muita diversão para os seus convidados!
  • Apresente sua sugestão para os músicos contratados.

Uma vez criada, divida suas ideias com as pessoas que irão executar a trilha sonora do seu evento. Conte com as sugestões e possibilite a liberdade artística aos músicos, seja para elaborar um arranjo ou apenas para reproduzir a canção num momento diferente do que você tenha pensado; tudo vai depender do clima do evento! Os músicos sabem como ninguém quando o público está ou não curtindo o repertório e, assim, poderão optar por músicas que transformem o ambiente e promovam a interação dos convidados com sua festa. Lembre-se, sugerir sua trilha sonora não significa que só as músicas que você quer serão tocadas, mas que o músico, poderá, com base na sua playlist, dedicar algum momento da festa para homenagear você utilizando suas escolhas!

  • Dê o play

freepik

Antes, durante e, principalmente depois do seu evento ESCUTE MÚSICA e permita-se aproveitar todas as sensações que essa senhora arte nos traz!

Você tem uma playlist? Divide comigo!!! Vou adorar saber o que você anda ouvindo! Deixe seu comentário, quero saber o que você achou e contar com sua sugestão para futuros temas!

Beijos de luz.

Sou Cantora e Professora de Canto, licenciada em Música pela Universidade Cândido Mendes e proprietária do Espaço Cultural Colibri. Música é a minha melhor maneira de contribuir para um mundo mais humano e para  transformar a vida das pessoas em momentos únicos, repletos de emoção e muita alegria! Temos música para todo momento e meu foco, aqui no blog, é mostrar que, há sempre o que aprender e que temos um lindo universo a descobrir, afinal, engana-se quem pensa que a música limita-se em ser apenas uma arte. É MUITO MAIS que isso! Trabalho dando aulas de Canto em algumas escolas em Nova Friburgo-RJ e tenho um espaço em parceria com a Produtora Audiovisual Colibri, o Espaço Cultural Colibri, onde, junto a um time de professores e queridos amigos, nos empenhamos para ensinar Música de “dentro para fora”, ou seja, criando, em cada um de nossos alunos, primeiro uma relação de experimentação e afinidade com a arte, a fim de garantir um aprendizado mais significativo e ainda mais prazeroso. Nosso intuito é criar artistas responsáveis com sua missão! Fazê-los, encontrar sua própria verdade dentro de cada um de seus trabalhos! Que tenhamos excelentes momentos de aprendizado e muita alegria para compartilhar juntos! Contem comigo! Voe alto!