Compras de Natal

imagem: pensonofuturo.com.br

Bom dia amiga leitora! Já estava com saudades de encontrar você por aqui! Agora nossos encontros serão mensais, mas os recadinhos, opiniões e sugestões podem ser enviados a qualquer momento!

Hoje, aproveitando o clima de final de ano, venho trazer dicas jurídicas para suas compras de Natal! Vamos lá?

  1. Sempre pesquise preços em diferentes estabelecimentos, isso pode te trazer um excelente desconto;
  2. Não deixar as compras para última hora também ajuda na obtenção do desconto;
  3. Lembre-se que os gastos em janeiro, fevereiro e março costumam ser maiores, por isso sempre dê preferência pela compra à vista, para aproveitar descontos e para manter a organização financeira;
  4. Se você for adquirir produtos pela internet, catálogos ou telefone, ou ainda por qualquer outro meio fora do estabelecimento comercial, deve ficar atento a alguns prazos. A mercadoria só pode ser devolvida dentro do prazo de sete dias, contados a partir do recebimento. Nesse caso, o fornecedor é obrigando a fazer a restituição do valor. Trata-se do direito de arrependimento e, se manifestado dentro dos sete dias, não precisa ser justificado.
  5. Se você adquirir um produto na própria loja, só terá direto à devolução e restituição do valor pago, se houver vícios ou defeitos no produto. Nos demais casos, não há direito a troca, exceto se a loja quiser, livremente, substituir o produto. Assim, se for para presente, sempre pergunte a política de troca do estabelecimento comercial antes de adquirir o produto!
  6. SEMPRE guarde a nota fiscal e o recibo das compras, se a compra for on line, não deixe de imprimir os documentos ou salvá-los em locais seguros. O “Print” do celular é uma ótima ferramenta para salvar informações.
  7. Quando for comprar um presente para CRIANÇA fique sempre atento ao selo do Inmetro, pois ele indica a qualidade do produto e a faixa etária indicada para a utilização.
  8. Ainda sobre o presente da criançada, sempre peça ao lojista que teste o produto na sua frente para evitar problemas futuros em caso de necessidade de troca/devolução.
  9. Para evitar problemas posteriores, os preços e condições devem ser registrados em fotos ou “prints” de celulares para futura comprovação, sempre registre tudo que te for oferecido ou acordado. Por falta de provas, muitas vezes perdemos a oportunidade de exercer nossos direitos.
  10. Por fim e muito importante: Só compre aquilo que estiver realmente precisando ou que puder verdadeiramente pagar! Fazer dívidas no final do ano podem prejudicar sua vida financeira por um longo período no ano que se inicia! O ano está acabando, mas o mundo não!

Com essas 10 dicas, termino meu texto hoje! Espero ter ajudado um pouquinho!

Aguardo o retorno de vocês e dicas para os próximos textos! E, como esse também é o meu último texto de 2017, já vou aproveitar para desejar a todos um feliz e próspero Natal e um excelente 2018! Não deixem de aproveitar essa época com sua família e com seus amigos! O verdadeiro sentido do Natal, independente da religião, é o AMOR! Ame mais, aproveite mais esses momentos de confraternização, de tudo que temos na vida, no final isso que importa!

Beijos e até já!