Com que músico eu vou?

Arquivo pessoal

Hello pessoa,

Na última semana eu dei algumas dicas sobre como criar uma playlist e dividi a nossa playlist para inspirar as leitoras noivinhas aqui do site! Aproveita e corre pro Spotify para ouvir as músicas que separamos, e deixa o som rolar enquanto estiver lendo os textos do nosso blog! <3

Hoje falaremos deles: os nossos queridíssimos MÚSICOS! Os responsáveis pelo sucesso (ou não) da nossa festa!

Sem querer desmerecer os outros profissionais envolvidos na organização, a gente bem sabe que é muito difícil se divertir num evento com música inadequada, né? Quando falo nisso, quero dizer que para cada festa há músicas que se enquadram no tema proposto e, ao menos que haja um pedido especial por parte do dono, as que não se relacionam com a proposta do evento, não são bem-vindas!  Se você é daqueles que não faz a menor ideia do que eu estou falando e tá mais perdido que dente na boca de banguela, NÃO SE DESESPERE! Falaremos muuuuito sobre repertório por aqui!! (: Agora, se você já sabe mais ou menos o repertório que quer para sua festa, PARABÉEEEEEENS; é hora de pensar na execução destas músicas, ou seja, pensar nos músicos que vão tocar na sua festa!!! Vamos conhecer alguns passos importantes para a contratação!

ANTECEDÊNCIA

Programe-se! Comece a planejar o seu evento com a maior antecedência possível, para garantir um tempo de pensar em todas as suas escolhas. É importante saber que os músicos trabalham muito (não é só tocar no dia do evento não, galera), principalmente nos finais de semana. São estudos, vários ensaios e apresentações – às vezes até 2 ou 3 no mesmo dia- e, geralmente, o tempo é muito corrido. Contratar um músico às vésperas do seu evento é MUITO ARRSICADO; primeiro porque ele pode não ter disponibilidade para o dia solicitado e, se tiver, vai ter que correr para aprontar todos os detalhes da apresentação, o que pode comprometer seu desempenho no dia do show! Depois, porque, se o músico não tiver data, você pode ficar sem ninguém pra tocar na festa!

PESQUISA

É extremamente necessário conhecer o trabalho dos músicos que você deseja entrar em contato, antes mesmo de procurá-los para falar sobre o evento. Faça uma lista daqueles que se enquadram na categoria do seu evento, assim fica mais fácil filtrar e chegar perto do repertório que você quer. Ainda que a maioria dos músicos toque de tudo (seja versátil quanto ao repertório), é sempre bom poder escolher aquele que tenha mais afinidade com o tema da festa. Por exemplo, se você vai dar uma festa com temática ROCK anos 60,70 e 80, pense em bandas de rock que trabalhem com canções deste período! Feita a lista dos músicos mais indicados dentro do repertório que você quer, é hora de buscar opiniões sobre o trabalho deles:  faça uma busca pela internet, pelas redes sociais, assista a vídeos, compareça nos eventos que eles estiverem apresentando, pergunte a pessoas que já os tenha contratado, enfim, conheça tudo que você puder!

PRIMEIRO CONTATO: BATE-PAPO E ORÇAMENTO

Presencial ou não, é importante entrar em contato com os músicos para apresentar sua ideia, consultar a disponibilidade para a data e saber quanto eles irão cobrar pelo serviço. Reserve tempo para conversar e chegar a um meio termo quanto ao orçamento, uma quantia que seja ideal para eles e que você consiga pagar.  Não seja inconveniente: para cada apresentação, o músico investe muito em tempo estudando e ensaiando o repertório, além de arcar com os custos de ensaio e de manutenção de seus equipamentos (que não são nada baratos, por sinal). Pechinchar não é problema e você tem todo o direito de pedir aquele descontinho, mas tenha consciência de que ninguém é obrigado a tocar de graça! Se não puder pagar por músicos que você queira muito, peça ajuda, faça aquela vaquinha e levante a grana. Afinal, a música vai influenciar diretamente no clima da sua festa! Não tenha medo de investir! A Cíntia Alves, especialista na área financeira, tem umas dicas excelentes sobre como planejar os custos pro seu evento; Acesse aqui e confira!

CONTRATO

Depois de estudar o custo-benefício de cada músico, é a vez de escolher o que, de fato, irá comandar a sua festa. Você pode optar pela confiança no profissionalismo do mesmo ou, para garantir que não vai dar nada errado no dia, solicitar um contrato de prestação de serviços. A Amanda Leite, nossa especialista em Direito, fez um texto incrível falando sobre quando fazer um contrato de prestação de serviços! Clique aqui para tirar suas dúvidas! No contrato você poderá acordar e deixar registrado cada detalhe do show: preço, estrutura, data, enfim, tudo para garantir que o músico estará presente no dia e local estabelecido, fazendo tudo o que foi pensado junto com você!

DIA DA FESTA

Chegou o grande dia de aproveitar para se jogar na pista, para curtir com seus convidados e, se você é daquelas que gosta de dar uma canjinha, dar o SEU SHOW! Reserve um momento da festa para interagir com os músicos e descolar aquela participação especial! O mais importante é se divertir muito e aproveitar cada segundo da sua festa, afinal, a música vai te ajudar a tornar o dia ainda mais inesquecível e especial!

Curtiu as dicas da semana? Eu quero saber se você tem mais alguma dúvida que eu possa ter deixado passar aqui! Comente, vou adorar saber sua sugestão!

Beijos de Luz